segunda-feira, 22 de setembro de 2014

2011, QUINTA DA DESERTA, DOURO VINHO TINTO - DOUROROCHAS EM OEIRAS NA CONFRARIA DO VINHO DE CARCAVELOS

Aspecto limpido, cor granada, lágrima presente

aroma limpo, jovem, intenso

Aromas frutados, frutos vermelhos, cassis, ameixas, notas de amoras, compotados; notas florais evidentes, esteva, madeira presente, fumeiro suave
Aroma rico e apelativo

Sabor seco, acidez, alcool, taninos secos, algo intensos, floral e frutado,encorpado e final persistente

Copo: Riedel Syrah ou Schott Diva Cabernet

Iguarias: Feijoada, Bife Wellington com puré de batata e legumes salteados;  naco de carne na pedra com arroz de fumeiro;

Grande vinho do Douro

Obrigado Paulo Rocha pela partilha!!

Sem comentários: