quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

1989, Beira Mar, Colares ( Paulo da Silva)

Aspecto limpido, cor acastanhada, lágrima suave
Aroma limpo, evoluído, intensidade média
Aromas terrosos, terra molhada, cogumelos, alguma torrefacçã, frutos secos, e nuances minerais.

Sabor seco, acidez suave, alcool suave, terroso e especiado, bom flavour, bom corpo e final persistente.

Para a idade, apresenta-se de inicio com algum "mau feitio", proviniente dos anos a envelhecer dentro da garrafa. Com o tempo, perde o mau feitio, tornando-se mais elegante, isto é, os aromas são mais fáceis de descrever e entender.

Iguarias: Queijos de pasta dura, leite de cabra ou mistura

Copo: Riedel Cabernet ou Schott Diva

Bom vinho, de um região que tem muito para mostrar...falta quem a convença a sair da sua timidez...

Sem comentários: