quarta-feira, 8 de outubro de 2014

2012, QUINTA DE VALE DE FORNOS "CABERNET", TEJO VINHO TINTO

Aspecto límpido, cor vermelha, densa ( a denotar alguma maceração pelicular, sendo as uvas mais maduras), lágrima persistente

Aroma limpo, jovem, intensidade mediana
Aroma jovem, notas de pimentos ligeiros, lembrando a casta, mas não muito intenso; aparece mais fruta, frutos vermelhos compotados, ameixas, amoras, notas especiadas evidentes e suave aroma a tosta, fumado, que enriquece.

Sabor rico, acidez presente, álcool, taninos firmes,  presentes, mas sem estar por cima dos sabores do vinho, frutado e especiado,. encorpado e final persistente.

Copo: Riedel Cabernet ou Schott Diva Bordeús

Iguarias: Borrego assado no forno com legumes da sua cozedura; bife Wellington com puré de batata doce e tiras finas de cenoura salteada; jardineira

Confesso que são vinhos que me dizem muito, visto que, nasci perto da Azambuja e acompanhei estes vinhos.
Não há dúvida que, a qualidade aumentou muito.

Aproveitem para experimentar a qualidade!

Sem comentários: