segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

2010, QUINTA DAS CARRAFOUCHAS, LISBOA VNHO TINTO

Aspecto límpido, cor rubi, lágrima presente
Aroma limpo, jovem, intenso
Aromas primários, frutos vermelhos evidentes, mirtilhos, ameixas, amoras, toque floral, violeta ligeira, madeira bem integrada; nuances de cacau a aparecer.

Sabor seco, acidez presente, álcool, taninos presentes, um pouco irreverentes, mas não agressivos, frutado e especiado, cacau a evidenciar-se, bom corpo e final longo e apetecível.

Ainda jovem... se pretender beber já passe primeiro para o decanter para que possa oxigenar...

Copo: Riedel Syrah ou Schott Diva Cabernet

Iguarias: Magret de pato com puré de amêndoa e frutos vermelhos; Entrecosto assado no forno com ervas e migas com cogumelos; bife à portuguesa; frango fricassé

Bom vinho Antonio Maria!! A precisar de tempo..

Sem comentários: