quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

1860 Vinho da Madeira Artur de Barros e Sousa "Boal", MADEIRA


1860 Madeira Boal Artur de Barros e Sousa


                                            Foto retirada do site da Garrafeira Nacional

Aspecto límpido, cor âmbar, lágrima presente
Aroma limpo, muito evoluído, intenso
Aromas de evolução, frutos secos, toque de mel, amêndoa torrada, nozes, torrefacção evidente, sendo o aroma envolvido por notas iodadas. Especiado presente a fazer lembrar caril. Apaixonante!
Sabor doce, acidez presente, taninos suaves, especiado e iodado, torrefacção evidente e ligeiro salgado, encorpado e final guloso!

Iguarias: Seja egoísta com este!!Bebe sozinho junto da lareira e a disfrutar do momento
Mas como beber vinho deve ser algo social,  escolha os amigos para partilhar historia e um grande néctar.
Escolha queijos de pasta dura, tartin de pêra com caramelo

Obrigado Paulo Bento pela partilha! ( mais uma vez)



Copo: Riedel Sauvignon ou Schott Diva

Sem comentários: