quarta-feira, 23 de outubro de 2013

2011, CASAL SANTA MARIA "PINOT NOIR" COLARES, LISBOA

A região de Colares é para mim uma das mais fantásticas de Portugal.
A paisagem, o clima, as pessoas, fazem desta região algo único.

Tive o prazer de provar mais um Colares. Não da casta típica tinta, mas um Pinot Noir. Posso descrevê-la como primo da Ramisco, pois as suas características são em muitos pontos idênticas.
Ambas são temperamentais, com "mau feitio", elegantes por vezes e intensas noutras. E acima de tudo, precisam de tempo. Tempo para se conseguir saborear um néctar de Baco.

Aspecto límpido, cor vermelha, aberta, sem muita matéria corante.
Aroma limpo, jovem, intenso
Aromas primários evidentes, frutos vermelhos, amoras, cassis, mirtilhos, notas especiadas, toque de pimenta, tosta da madeira bem integrada, sem estar por cima dos aromas do vinho. No ponto certo. Notas da região, ligeiro salgado, muito ténue, mas presente.Nota de fumado também a aparecer.

Sabor seco, acidez, álcool, frutado, especiado, toque salgado, taninos presentes, não muito agressivos, com estrutura, encorpado e final persistente e apetecível.

Copo: Riedel Syrah/ touriga Nacional

Iguarias: Risotto de cogumelos, bacalhau assado no forno com batata a murro e esparregado, bife pimenta com batata doce frita

Ou apenas sozinho, para um boa conversa entre amigos....
Tem potencial para envelhecer muito bem.

Obrigado pela partilha, amigos!
 

Sem comentários: