quarta-feira, 9 de maio de 2012

2011, Dom Divino, Dão (UDACA) Vinho Branco

aspecto limpido, cor amarela esverdeada, lágrima suave

Aroma limpo, jovem, intensidade mediana
Aromas primários, frutado, frutos citrinos no inicio, maça verde, lima, notas de ananás maduro, pessêgo maduro, refrescante.

Sabor seco, acidez presente, alcool suave, flavour suave, citrino, corpo suave e final refrescante e simpático.

Copo: Riedel Sauvignon ou Schott Bordeús

Iguarias: ideal para aperitivo, saladas de frango com frutos tropicais, marisco cozido, peixes magros grelhados com legumes salteados.

Bom vinho abaixo dos 2,50
Vinho de piscina, esplanada ao final da tarde num dia de calor
Agradável surpresa

Sem comentários: