segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Batuta 2008

aspecto limpido, cor vermelho suave, lágrima persistente

aroma limpo, jovem, intenso, 1ºataque frutos vermelhos compotados, cassis, framboesas, madeira presente a enriquecer.

Sabor seco, acide suave, alcool. taninos presentes, irreverentes e suamrentos, encorpado, intenso, volumoso e final apeticível.

Copo Schott Borgonha

Iguarias: carnes vermelhas com arroz de cogumelos, bife na pedra com batata assada e legumes cozidos;
Precisa de tempo- 2015-2020

Se puder deixe ficar na cave...

Vale D`Algares Selection Viognier&Alvarinho 2009

aspecto limpido, lagrima presente, cor amarelo pálido

aroma limpo, jovem, intenso, 1ºataque frutos de árvore, pessêgo, damasco, notas de frutos tropicais e suaves nuances de flores; madeira suave

sabor seco, acidez presente, alcool, frutado, equilibrado, corpo intenso, final persistente e agradável.

Copo Riedel Chardonnay ou schott Borgonha
Iguarias: bacalhau assado no forno, pargo no forno, posta de cherne salteada em azeite puré de cenoura e alho francês e legumes cozidos,carnes brancas assadas no forno, galinha corada com arroz de miúdos;

bom vinho do Tejo.

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Jantar de Vinho do Porto no BG BAR -

Fui convidado para um jantar vínico de um grupo de amigos que se reunem à algum tempo.
Agradeço o convite que me fizeram.
Foi talvez um dos jantares mais complicados de harmonizações de vinhos e comida: combinar vinhos do Porto e iguarias.

Possivel, mas requer um cuidado prévio para a escolha das iguarias.
Tentou-se adequar as iguarias aos vinhos.



49º ENCONTRO VÍNICO – Jan. 2011




Porto Quinta do Estanho Special White Reserve.
Canapés de Amêndoa à Espanhola.

***
Porto Quinta do Estanho 20 Anos.
Lascas de Bacalhau grelhado sobre Puré de Batata Doce.
Talvez a combinação mais controversa, mas tentou-se que o bacalhau fosse salteado no Porto, aromatizado com ervas aromáticas.
Depois de provar seria uma boa opção colocar um molho fresco para refrescar o conjunto.

***
Porto Quinta do Estanho Vintage 2006.
Porto Quinta do Estanho Vintage 2000.
Empada de Aves de Caça com Coulis de Mirtilos.
O vintage 2006, apesar de oxigenado, demonstrou estar a passar por uma fase dificil. Desequilibrado nos aromas, o alcool muito por cima, e sabores dificies. Um vintage com grande estrutura mas a precisar de tempo.
O Vintage 2000 apareceu bem, com estrutura, equilibrado sendo a combinação mais conseguida. O molho de frutos vermelhos revelou-se uma opção credível que forneceu frescura e aroma ao prato.



***
Porto Quinta do Estanho Vintage 1996.
Fondant de Chocolate Quente com Gelado de Framboesa.
No ponto...

***
Porto Quinta do Estanho 30 Anos.
Macedónia de Frutos Secos.

***
Cohiba Robustos, Cuba.

Obrigado pelo convite, Jorge, António
Obrigado pela confecção dos pratos Pedro.

Obrigado pela companhia a todos.

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Quinta dos Termos 2009 DOC- Beiras

Aspecto limpido, cor violeta, lágrima presente

Aroma limpo, jovem, intenso, 1ºataque frutos vermelhos compotados, groselhas, cassis, framboesas, amoras, notas de especiarias, cravinho, pimenta preta,

Sabor seco, acidez suave, alcool ligeiro, taninos presentes, frutado, corpo mediano, tem estrutura, com final correcto e agradável.

Copo Riedel Merlot Schott Bordeús

Iguarias: pratos de almoço- bife à portuguesa, lombo de porco assado no forno, lombinhos de porco com migas, entrecosto assado no forno.

Bom vinho de Almoço, fácil de beber

Jacquesson 2000 Magnum Champagne

Aspecto Limpido, bolha fina e persistente, mousse presente;

aroma limpo, evoluído, intenso, 1º ataque frutos secos, notas de brioche, madeira suave, tosta, bolacha de manteiga, frutos secos com toque melado;

sabor seco, acídulo, alcool suave, suave, gás ligeiro, com elegância, encorpado na boca, envolvente, final longo e apetecível

Iguarias; beba sozinho....
Queijos pasta dura, leite de cabra ou ovelha, peixe assado no forno.

copo : flûte
Um grande Champagne

Onde comprar: Winecompany

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Espumante Filipa Pato 3B

aspecto limpido, lágrima suave, bolha fina, persistente e esguia;
cor rosada, apelativa;
1º ataque frutos de árvore, frutos vermelhos presentes, morangos, framboesas;

Sabor
seco, acidez suave, bolha fina a notar-se no palato, elegante sem muita agressividade, alcool suave, notas frutadas, com corpo, final apelativo e persistente.

Copo: flûte
Iguarias: risottos de cogumelos, bacalhau à Zé do Pipo

Bom espumante com grande carácter.

Bom Vinho...

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

MONTE CASCAS 2008 Branco Malvasia de Colares

Aspecto límpido, lágrima presente, cor amarela pálida, com nuances amarelas a notar-se.

Aroma limpo, jovem, com intensidade, 1º ataque floral, flores brancas, fruta madura de árvore, pêssego, damasco, madeira presente ainda a marcar um pouco, mas a enriquecer.

Sabor seco, acidez presente, álcool suave, frutado, e floral ligeiro, madeira integrada, intenso, volumoso, envolvente com final longo e apetecível.

Copo Riedel Chardonnay ou Schot Wiesel Borgonha

Iguarias: queijo de pasta dura, bacalhau no forno, pargo assado à portuguesa, Caldeirada de peixe, carnes vermelhas grelhadas.

Um dos grande vinhos da região
Para beber mas pode guardar
2010-2020

MONTE CASCAS REGIONAL MINHO 2008

7 Janeiro2011
Aspecto límpido lágrima suave, cor amarela pálida, com nuances amarelas ténues;

Aroma limpo, jovem, intenso, 1º notas citrinas, lima, maçã, flores brancas, fruta tropical a notar-se, mas muito suave, ananás maduro, com madeira a enriquecer o conjunto

Sabor seco, acidez presente dando vivacidade, álcool ligeiro, citrino e frutado, notas frescas de frutos, versátil, com final vibrante e agrádavel

Copo Riesling Riedel ou Schott Vinho Branco

Iguarias: peixe assado no forno, bacalhau à Zé do Pipo, salmão grelhado, risottos com frutos do mar; bolonhesa sem muito condimento, peito de frango grelhado,

Um vinho diferente na região, com estrutura, rico de aromas e de uma casta, Arinto, que se apresenta da sua melhor forma.

Para beber ou pode guardar 2010-2015

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Quinta da Sequeira Reserva, Branco 2008

Aspecto limpído, lágrima presente, cor amarela com nunaces douradas a denotar estágio em madeira.
aroma limpo, jovem, com intensidade aromática; 1º ataque tosta de madeira, notas florais, flores brancas, alguma fruta tropical madura, ananás e manga, com notas especiadas, pimenta branca, fazendo lembrar também hortelâ-pimenta.

Sabor seco, acidez suave, alcool presente, secura proveniente da madeira, boa tosta, frutado e floral ao nível do flavour, volumoso, intenso, encorpado, com final longo e guloso.
vinho branco mascarado de tinto ou branco a parecer tinto...

Copo Riedel Chardonnay ou schott Wiesel Borgonha

Iguarias; bacalhau no forno, guisado de lebre, lombo de porco assado no forno, naco de carne com gratã de legumes e grelos salteados, polvo oaxaca, magret com chutney de manga e gengibre.

Vinho a precisar de tempo, boa opção seria oxigenado para um decanter.
2010-2018

Grande vinho, volumoso, equilbrado e com estrutura.

Pode adquirir na WineCompany.

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Sugestão de Vinhos a Copo Quinta dos Frades

SUGESTÃO DO ESCANÇÃO
Vinho a Copo
Sugestões que podem ser degustadas a copo para melhor
apreciar a nossa gastronomia.

VINHOS BRANCOS

Ano Vinho Copo
(15 cl)

2005 Murganheira Brut Super Reserva 6,5
Fresco, suave com sabor persistente. Ideal para começar.

2008 Herdade da Calada "Arinto&Verdelho", Alentejo 4,5
Jovem, com boa acidez e aroma rico. Optimo como aperitivo.

2008 J.Müllner "Grüner Veltliner", Krems, Aústria 4,6
Intenso de aromas, sabor rico e gastronomico. Gosta de bacalhau.

2009 Crios "Torrontés", Mendoza, Argentina 4,5
Aromático, exótico e sabor cativante e final guloso.

Temperatura de serviço: 8ºC a 10ºC

VINHO TINTO

2006 Azinhate Reserva, Douro 7,5
Rico de aromas, intenso no sabor, com corpo e final persistente.

2006 Casa de Zagalos Reserva, Alentejo 6,0
Aromas ricos a fruta, com sabor frutado, volumoso e equilibrado.

2008 Saurus, "Cab. Sauvignon",Mendoza, Argentina 5,0
Aromas suaves, sabor elegante, rico, equilibrado e final tentador.

2005 Bouchard Ainê&Fils, N.S.Georges, Borgonha 16,0
Aromático, elegante, toque aveludado e volumoso na boca.

Temperatura de serviço: 16 ºC a 18ºC

"O enológo é quem, diante do vinho, toma decisões e o enófilo é quem,
diante das decisões, toma o vinho." Adolfo Lona

Sugestão de Vinhos Mês Janeiro 2011 Quinta dos Frades

SUGESTÃO DO ESCANÇÃO
A sugestão do mês é elaborada mediante as provas
feitas pela equipa do Restaurante. Vinhos de boa qualidade,
diferentes, de outros países e que se enquadram no tipo de cozinha
que se prática.



VINHOS BRANCOS


2005 Murganheira Brut Super Reserva 24,5
Fresco, suave com sabor persistente. Ideal para começar.

2009 Fiuza, "Chardonnay", Tejo 18,5
Aromático, elegante e envolvente.Aprecia peixe como companhia.

2008 Herdade da Calada "Arinto&Verdelho", Alentejo 17,5
Jovem, com boa acidez e aroma rico. Optimo como aperitivo.

2008 J.Müllner "Grüner Veltliner", Krems, Aústria 18,5
Intenso de aromas, sabor rico e gastronomico. Gosta de bacalhau.

2009 Crios "Torrontés", Mendoza, Argentina 18,0
Aromático, exótico e sabor cativante e final guloso.

2005 Hugel "Gentil", Alsácia, França 19,0
Aromas florais, harmoniosos e sabor equilibrado e apeticível.

Temperatura de serviço: 8ºC a 10ºC
VINHO TINTO

2007 Quinta das Brôlhas Reserva, Douro 20,0
Frutado, elegante e fácil de degustar. Optima escolha para carnes.

2006 Azinhate Reserva, Douro 29,0
Rico de aromas, intenso no sabor, com corpo e final persistente.

2008 Fiuza "Cabernet Sauvignon", Tejo 20,0
Aromático e apelativo, sabores intensos, elegantes e final equilibrado.

2006 Casa de Zagalos Reserva, Alentejo 23,5
Aromas ricos a fruta, com sabor frutado, volumoso e equilibrado.

2008 Saurus, "Cab. Sauvignon",Mendoza, Argentina 21,0
Aromas suaves, sabor elegante, rico, equilibrado e final tentador.

1998 Veja Sicilia Valbuena, R. Del Duero, Espanha 115,0
Um classico do mundo para apreciar…

2005 Bouchard Ainê&Fils, N.S.Georges, Borgonha 58,0
Aromático, elegante, toque aveludado e volumoso na boca.

2005 L`Aventure, Paso Robles, Califórnia, E.U.A 55,0
Exuberante no nariz, rico na boca, encorpado e final apeticível.

Temperatura de serviço: 16 ºC a 18ºC

“Enquanto está na garrafa o vinho é o meu escravo;
fora da garrafa, sou escravo dele.” Juan Luis Vives

Rebouça "Alvarinho"2006 Bruto Espumante

aspecto limpido, cor amarela com nuances douradas, bolha fina e esguia.
aroma limpo, Evoluído mas com notas frescas quecaracterizam os aromas primários, com intensidade aromática; primeiro ataque flores, ctrinos, hortelã pimenta, flora bem vincado, algum toque de frutos de árvore, damasco, pêra madura

Sabor seco, boa acidez, secura presente devido à acidez estar bem presente,
alcool presente, frutado e floral, com notas flores citrinas, brancas, bom corpo, intenso, final refrescante e longo.
bom espumante
Copo Schott Flûte

Iguarias: bacalhau no forno, salmão assado no frono; posta de cherne com feijada do mar; rissoto de frutos do mar; rissto de lima com filetes de peixe galo; carnes brancas, vitela assada a baixa temperatura com arroz de feijão e grelos cozidos;


Bom espumante cheio garra com uma vertente gastronómica bem vincada.

Vega Sicilia Valbuena 1996, Ribera Del Duero, Espanha

Um clássico mundial que não precisa de apresentações...fica apenas as notas de prova:

aspecto limpido, lágrima presente, cor vermelha com nuances acastanhadas, disco fino.
Aroma limpo, evoluído, intenso, madeira velha no primeiro ataque; à medida que vai abrindo, notas de frutos, ginja, figo, especiarias, pimenta preta suave, couro dando um toque adocicado, tosta a fazer lembrar caramelo.

sabor seco, acidez suave, alcool presente, mas sem exagero, taninos presentes, mas sem irreverência, estando carnudos, presentes mas sem agressividade; notas espceciadas, encorpado, fresco no sentido de ainda estar vivo e equilibrado, intenso e final guloso e persistente.

Iguarias; carne de caça, perna de javali, assada no forno, magret com frutos vermelhos e gratã de batata com legumes, naco de carne com molho pimenta, arroz arabe e legumes cozidos.

Copo riedel Bordeus

Bom vinho que se apresenta com alguma frescura para a idade que tem, podendo ser guardado ainda por 3 a 4 anos.

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Chateau Petrús 1977

aspecto limpido, lágrima presente, cor vermelha com nuances acastanhadas a denotar alguma idade.

aroma limpo, evoluido, com intensidade, sendo o primeiro ataque de frutos secos, figo, ginja, notas de noz, frutos vermelhos secos a fazer lembrar caramelo. Especiarias, pimenta, couro, toque adocicado, terroso, cogumelos, madeira presente a enriquecer.

sabor seco, alcool, taninos presentes mas sumarentos e envolventes, especiado no flavour, com notas de figos, encorpado, PAI persistente (10-12), grande intensidade, volumoso e final longo, paciente e cheio de sensações únicas. vinho guloso

Copo riedel Merlot

Iguarias :
Perna de veado assado no forno ou apenas sozinho com queijos pouco fortes.

Grande Vinho
Obrigado Amigo Carlos...

domingo, 2 de janeiro de 2011

Revisão do Ano de 2010

Caros amigos,
mais um ano que passou e que ano para mim a nivel profissional:
Foi um ano fantástico, onde tive a oportunidade de representar Portugal no campeonato do Mundo e Europa de Sommeliers.
Obrigado a todos que me deram espaço para poder fazer aquilo que gosto mais, dar aulas e trabalhar como escanção.
Obrigafo Pedro e Alexandra Gameiro pelo apoio e confiança na Quinta dos Frades.
Obrigado Associação de Escanções pelo apoio e devo dizer, que irei estar mais presente.
Obrigado João Pires pelo apoio e, por acreditar no meuntrabalho. Obrigado pela amizade.
Ao Mário Louro que me ajudou no inicio. Estes prémios e sucessos são também dele...e de todos com quem trabalhei e trabalho.
Aos produtores de vinhos que continuem a acreditar na qualidade.

Obrigado a todos
E sucessos a todos em 2011