quarta-feira, 16 de novembro de 2011

ALENTO, ALENTEJO, 2008 RESERVA TINTO

aspecto limpido, cor vermelha, com nuances violaceas, lágrima persistente
aroma limpo, jovem, intenso; frutos vermelhos, cassis, amora, compotados, especiado, mangericão ( nota-se frescura),
sabor seco, acidez suave, alcool, taninos presentes e intensos, sumarentos ( a fazer salivar, mas agradáveis), com corpo ( PAI 7/8), final persistente
Iguarias: borrego assado no forno com batata à padeiro, ensopado de borrego, magret de pato com gratã de batata e legumes;
Copo: Riedel Syrah ou Schott Cabernet
bom vinho do Alentejo: pode beber, necessitando de um copo grande ou ser oxigenado ( passar para um Decanter); pode guardar por mais 5 anos

Sem comentários: