sexta-feira, 16 de fevereiro de 2007

AGROVITIS - CASA DA RIBEIRA - FONTE DAS MOÇAS -

AGROVITIS
CASA DA RIBEIRA

Vamos conhecer um novo produtor de vinhos que fica situado na região da Estremadura, concretamente entre Arruda dos Vinhos e Sobral de Monte Agraço, perto de Dois Portos.
É uma região com uma grande extensão de vinhas e com uma das maiores produções de vinhos do país. O relevo, não muito acentuado, mas sempre presente, estabelece a separação com a região ribatejana, sendo o clima temperado, sem grandes amplitudes térmicas.

Voltando à CASA da RIBEIRA e a Sociedade AGROVITIS, situa-se na freguesia de Dois Portos, no centro da aldeia da Ribeira de Maria Afonso.
É uma Casa Agrícola com tradição na região, havendo documentos que relatam o sucesso dos seus vinhos da Ribeira de Maria Afonso, em Londres no ano de 1874.

A Casa da Ribeira apresenta na sua gama vinhos com uma relação qualidade/ preço muito apetecíveis para o mercado e para o consumidor.
Vinhos como Fonte das Moças branco e tinto, Casa da Ribeira – Touriga Nacional- e Foros são as imagens desta pequena empresa que tenta acima de tudo criar vinhos bons, agradáveis e com qualidade impar.
Para tal é importante a mestria e sabedoria do enólogo João Melicias, considerado no ano transacto o Enólogo do Ano. Apresenta um currículo vasto no mundo vinícola, tentando sempre fazer o melhor vinho em todas as casas agrícolas em que é responsável pelo vinho.

Os vinhos tintos 2003, apresentam aromas intensos a fruta vermelha madura, com ligeiro toque de madeira a enriquecer. Na boca frutado, acidulo quanto baste, notando-se a adstringência a dar estrutura ao conjunto, que finalizam com grande persistência.
Nos brancos, aromas frescos, frescos, com fruta citrina e algumas notas de fruta tropical. Na boca são vinhos refrescantes, acídulos, frutados e envolventes finalizando com uma certa suavidade e harmonia.

Porque não acompanha-los, os vinhos brancos com pratos de peixes de forno, carnes brancas grelhadas.
Nos tintos são necessárias iguarias estruturadas, como carré de borrego no forno, vitela estufada e outras confecções algo complexas.

Sem comentários: